A beleza e a felicidade estão na essência

Em uma plantação de girassóis havia uma colméia cujas abelhas produziam saboroso mel. A produção do mel acontecia praticamente de forma automática. As abelhas tinham os lindos girassóis em abundância, voavam para onde queriam pois em todos os lugares encontravam o néctar que precisavam. Isso era mais que suficiente para que as abelhas se sentissem satisfeitas e seguras. Elas não desejavam outra vida. Sentiam-se orgulhosas com a vida que levavam pois tinham tranqüilidade e segurança.

Um dia, uma pequenina faísca incendiou toda a plantação. Tudo fora devastado. No lugar onde existia um resplandecente tom de amarelo vibrante dos girassóis que dançavam felizes ao som do vento e se curvavam animados para saldar o sol, restara cinza e destruição. No lugar do lindo campo de girassóis brilhantes e abelhas produtoras de delicioso mel, sobrevivera apenas o velho pé de juazeiro onde se encontrava a colméia.

As abelhas ficaram desesperadas, sabiam que jamais produziriam tão saboroso mel sem o néctar dos girassóis. Ficaram dias paralisadas, sem saber o que fazer. Um sentimento de tristeza profunda abateu a colméia. Algumas abelhas se encontravam tão fracas que nem voavam mais.

Foi quando a abelha rainha tomou uma decisão. Voou em busca de novas flores, novos campos, diferentes oportunidades. Após algum tempo sem obter sucesso, avistou ao longe uma plantação que não lhe parecia muito simpática. Pensou: não conseguirei alimentar as abelhas aqui.

Mas, como não tinha mais forças para voar longe, decidiu olhar mais de perto. Eram alcachofras. A abelha achou a planta sem graça. Quase desistiu. Mas algo nela dizia: encontre o essencial.

Quando chegou ao interior da planta, ficou impressionada com tamanha beleza e suavidade. Ela encontrara na essência da alcachofra uma linda flor e um suculento néctar que, com certeza, produziria um delicioso mel e em quantidade suficiente para todos. Quanto mais fundo a abelha mãe ia, mais ela se encantava com o que descobria.

 

Quando sobrevoou o campo de alcachofras, começou a ver a imensidão de vida, harmonia, saúde e paz que existia naquele lugar. E percebeu que, zelando por elas, teria o mais puro e saboroso alimento para sua colméia. A abelha mãe descobrira um tesouro em meio às alcachofras. A beleza e a felicidade estão na essência.

Compartilhar